Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Presidente de instituto do PSDB discorda de posicionamento do partido de fazer oposição a Bolsonaro


 Após o PSDB declarar oficialmente que passou a ser oposição ao governo Bolsonaro pelas declarações golpistas do presidente no 7 de setembro, o deputado tucano Pedro Cunha Lima (PB), presidente do Instituto Teotônio Vilela, disse que não concorda com esse posicionamento da sigla.

O instituto é uma entidade importante na formação de jovens lideranças do PSDB e já teve em sua presidência nomes como José Anibal e o agora senador Tasso Jereissati, que vai disputar as prévias pelo partido para tentar sair candidato à presidência em 2022.

Mesmo ciente de que a gestão de Jair Bolsonaro "merece críticas", diz que não acredita que a oposição no melhor estilo do "PT" seja o caminho para os tucanos.

"Não penso que fazer uma oposição sistemática a Bolsonaro, ao modelo que o PT faz, seja o papel que eu deva cumprir. Claro que o governo merece críticas em vários pontos. A condução na pandemia merece uma crítica e a gestão que o governo faz na educação não é eficiente. De resto, não vou fazer oposição de quanto pior, melhor", afirmou em entrevista à Rádio Correia FM.

Classificação Indicativa: Livre


Por: Cleia Viana/Câmara dos Deputados  Por: Redação BNews

Nenhum comentário