Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Prefeitura de Ilhéus é alvo de operação da PF por fazer licitação com 'fortes indícios de fraudes' por R$ 1,2 milhão


 A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (11), em conjunto com a Controladoria Geral da União, a Operação Nefanda, que visa combater crimes de fraude à licitação e desvios de recursos públicos federais que deveriam ser empregados no enfrentamento da pandemia de coronavírus, em Ilhéus, no sul do estado. 

Segundo a PF, apurou-se que o município, comandado pelo prefeito Marão (PSD) desde 2017, mediante dispensa de licitação, contratou empresa sem capacidade técnica e operacional cabalmente demonstradas, cujo objeto social é “recreação e lazer”, para gerir abrigo de campanha destinado ao acolhimento de pacientes infectados com Covid-19. Referida empresa recebeu cerca de R$ 1,2 milhão para administrar o abrigo.

As investigações se iniciaram em novembro de 2020 e revelaram fortes indícios de fraudes no procedimento de dispensa de licitação que culminou na contratação da empresa, dentre os quais: ausência de detalhamento do objeto licitado, cotação fraudulenta de preços, direcionamento e início da execução do serviço que seria contratado antes mesmo do encerramento do procedimento de dispensa de licitação.

36 policiais federais e 9 servidores da CGU estão cumprindo 9 mandados de busca e apreensão nos municípios de Ilhéus/BA e Itabuna/BA, todos eles expedidos pelo Tribunal Regional Federal 1ª Região.

Classificação Indicativa: Livre 


 Por: Redação BNews

Nenhum comentário