Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

MBL pede saída de bolsonaristas para aderir ao PSL e lançar candidato em SP


 Grupo que ganhou força com o impeachment de Dilma Roussef (PT) e que agora promete continuar nas ruas para derrubar Jair Bolsonaro, o Movimento Brasil Livre (MBL) articula com o PSL para lançar o deputado estadual Arthur do Val candidato ao Governo de São Paulo. Para isso, o movimento pede a saída de todos os bolsonaristas da sigla que elegeu o presidente da República, que se desfiliou poucos meses após ser eleito.

Nesta quinta-feira (8), representantes do MBL se reúnem com o presidente nacional do PSL, Luciano Bívar (PE). 

Na eleição municipal do ano passado, Arthur do Val concorreu pelo Patriota, que em acordo entregou o comando do diretório municipal do partido ao MBL. De acordo com o Estadão, na prática uma sigla dentro de outra.

No entanto, a filiação do senador e filho do presidente, Flávio Bolsonaro (RJ), e a aproximação cada vez maior com o próprio Jair, gerando um racha no partido com divergência entre lideranças e a níveis estaduais e municipais, o MBL decidiu romper com o Patriota.

"Não vou entrar em partido que tenha bolsonarista”, disse Do Val em entrevista recente ao Estadão.

A expectativa é que a filiação de Do Val seja anunciada junto com a do apresentador José Luiz Datena, que ensaia uma candidatura à presidência em 2022 e deixou o MDB. O MBL chegou a apoiar informalmente a candidatura de outro apresentador, o humorista Danilo Gentili, mas é consenso que o nome de Datena tem maior poder de atrair eleitores.

Neste cenário, o MDB e o PSL planejam caminhar juntos e lançar um programa de governo em 2022.

Classificação Indicativa: Livre   



Por: Redação BNews

Nenhum comentário