Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

"A eleição vai haver, eu garanto", diz Mourão, após Bolsonaro ameaçar o contrário


 O vice-presidente Hamilton Mourão disse, em conversa com a CNN, que as eleições presidenciais de 2022 serão realizadas mesmo que não seja aprovada a proposta do voto impresso auditável, como sugere o presidente da República.

Na última sexta-feira (9), Jair Bolsonaro (sem partido) questionou a segurança do processo eleitoral e acusou, sem provas, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de ser conivente com as fraudes. "Corremos o risco de não termos eleições no ano que vem", disse o presidente.

Bolsonaro vem fazendo críticas ao atual formato da eleição, o que faz os analistas de política acreditarem que essa é uma forma do presidente colocar em cheque o resultado das eleições presidenciais caso ele não consiga a reeleição.  

"Cumpro o meu papel pelo bem do Brasil. Mas eleição vai haver, eu garanto", afirmou Mourão, que acrescentou não ter opinião formada sobre o sistema semipresidencialista que avança no Congresso: "Ainda não me debrucei sobre o assunto. Portanto, não tenho opinião formada", disse.

O sistema semipresidencialista, estrutura política onde o poder executivo é dividido entre o presidente,  primeiro-ministro e um gabinete, foi sugerido pelo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), durante entrevista ao canal de TV, como uma forma do Brasil alcançar a estabilidade política.

Matérias relacionadas:

Relator do voto impresso tenta reverter esvaziamento do projeto após ação de partidos e de ministros do STF

Presidente do TSE em 2022, Alexandre de Moraes acredita que voto impresso "não contribui para democracia"

Presidente do TSE diz que 11 partidos deliberaram contra voto impresso em reunião neste sábado

Classificação Indicativa: Livre  


Por: Alessandro Dantas/ Fotos Públicas  Por: Redação Bnews

Nenhum comentário