Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Rui Costa apela para o cumprimento dos decretos pelos prefeitos: "melhor fechar dois dias do que uma semana"

 


O governador da Bahia, Rui Costa (PT), apelou, na manhã desta quarta-feira (17), para que os prefeitos do interior mantenham o comércio fechado aos finais de semana. Ele lembrou, durante entrevista para um telejornal da Record, que ainda estão em vigência os decretos que estabeleceram o lockdown e o toque de recolher. 

“Alguns prefeitos flexibilizaram, volto a reiterar, o comércio precisa dar sua contribuição, são apenas dois dias [sábado e domingo], melhor isso do que a situação se agravar e termos que fechar a semana inteira. Essa medida é para termos dois dias de distanciamento. No Rio Grande do Sul, ontem, tivemos 512 óbitos, que tem uma população muito menor que a Bahia. A tragédia, o colapso se anuncia na Bahia”, desabafou o governador. 

Rui lembrou também que o país está registrando quase 3 mil mortos por dia, “uma situação muito grave”. Ele destaca que as medidas de distanciamento ajudaram a reduzir os números de casos ativos do novo coronavírus no estado, mas que os números ainda não significam uma virada de chave, já que a demanda por leitos de UTI continua “muito grande”.

“Não é só a taxa de ocupação que estamos levando em conta, estamos levando em conta também a taxa de crescimento da doença. Por enquanto estamos conseguindo conter, chegamos ao patamar de 20 mil, estamos oscilando um pouco menos,  em torno de 19 mil, mas isso é pouco significativo para demonstrar uma queda da doença. Baixamos um pouco a taxa de contágio, a taxa de positividade dos exames caiu um pouco, são dois sinais positivos, mas ainda não dá para comemorar. Precisamos de uma queda expressiva para isso se refletir na demanda de leitos. A demanda por leitos de UTI continua muito forte, a pressão continua muito grande”, destacou Costa.

O chefe do executivo estadual destacou que o Hospital Metropolitano deverá começar a funcionar na próxima semana, com 180 leitos de enfermaria e 100 de UTI Covid-19. Ele revelou que hoje será instalado um tanque de oxigênio no hospital que será de dedicação exclusiva para pacientes com o novo coronavírus. Rui Costa voltou a  reclamar do Ministério da Saúde, pelo baixo envio de doses e o não cumprimento da promessa de enviar um lote de vacina por semana: “ainda não conseguimos vacinar o primeiro grupo, que é de um milhão e oitocentas mil pessoas na Bahia, que são os  idosos, indígenas e quilombolas e profissionais de saúde. O volume de vacinas é muito pequeno”.

 Raul Aguilar

Nenhum comentário