Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

MP junto ao TCU pede apuração de campanha feita pela Secom a favor de Bolsonaro

 


O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) pediu à corte para apurar possível ofensa aos princípios de publicidade e impessoalidade na campanha da Secretaria de Comunicação (Secom) que defende o governo federal e Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a vacinação contra a covid-19.

De acordo com a Coluna do Estadão, em representação à presidente da Corte, Ana Arraes, o subprocurador-geral do MP junto ao TCU, Lucas Furtado, vê “divulgação de informações incompletas e descontextualizadas por parte da Secom – com nítido cunho de promover a imagem do presidente”. 

O MP também pede para identificar responsáveis e calcular os prejuízos aos cofres públicos.

“Secom deflagrou uma campanha publicitária em que defende diretamente a pessoa do presidente Bolsonaro, alegando que o presidente buscou a vacina desde o começo, o que é evidentemente um descolamento com fatos pretéritos de amplo conhecimento público, além de atentar contra o princípio da impessoalidade”, diz a representação.

A Secretaria de Comunicação deflagrou uma campanha nesta semana em que diz que o governo busca vacinas desde março de 2020. A "thread" no Twitter (sequência de tuítes) viralizou nas redes sociais. 

Redação BNews

Nenhum comentário