Notícias

Governo estuda criar novo auxílio emergencial com parcelas de R$ 200


 O governo federal está estudando a criação de um novo auxílio emergencial para brasileiros impactados pela pandemia do novo coronavírus. Diferente daquele pago em nove parcelas de R$ 600, agora, a gestão federal pensa, a princípio, no formato de três parcelas de R$ 200 apenas aos trabalhadores informais que estão fora do Bolsa Família.

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, o programa está orçado em R$ 6 bilhões e ainda não tem previsão de quando deve entrar em vigor, mas a intenção é que seja destinado apenas aqueles brasileiros com curso de qualificação profissional. 

O plano também prevê que o benefício seja associado à Carteira Verde e Amarela, programa que deve ser relançado pelo governo para reduzir encargos trabalhistas e estimular a formalização de pessoas de baixa renda.

A justificativa da equipe do Ministério da Economia para incluir apenas essa parcela da população é de que 20 milhões de pessoas já estão amparadas pelo Bolsa Família e que a vez seria daqueles que ainda continuam sofrendo os efeitos das restrições. 

A extensão, no entanto, não é vista com bons olhos pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), mas no Congresso governistas e opositores dão como urgente a retomada do benefício. Nesta segunda-feira (8), governadores do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal divulgaram uma carta na qual pedem a retomada imediata do pagamento.  /Por: Agência Brasil 

Nenhum comentário