Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Eleições 2022: Rui defende que PT tenha candidato próprio e diz que nome de Haddad não está definido


 O governador da Bahia Rui Costa (PT) defendeu que o Partido dos Trabalhadores lance candidato próprio para disputar a eleição presidencial em 2022 e justificou que o grupo tem “muito o que mostrar”. 

“Não acho que é obrigatório ter um candidato, mas por que ter? porque temos muito a mostrar. Se a gente for olhar a história recente do Brasil, em que período se abriu mais vagas em universidades públicas? Foi nos governos do PT, em que período se construiu mais unidades básicas de saúde? Foi no governo do PT, em que período se construo mais habitação popular foi no período do PT, mais investimento em obras de infra, abastecimento de água na história do Brasil, foi no governo do PT. Nós temos muito a mostrar, nos governos estaduais também, já tenho 10 hospitais novos entregues, vou chegar esses anos com 25 policlínicas construídas, quando entrei não tínhamos nenhuma. É o maior investimento do Brasil em saúde pública, é o estado de maior sucesso em parceria público, privado”, disse, citando, ainda, o metrô , VLT e a ponte, nesta quarta (17), durante entrevista à TVE, Manhattan Connection. 

O chefe do Executivo baiano e virtual candidato em 2022, rechaçou a possibilidade de ter candidaturas barradas. “ Temos muito a apresentar e caberá ao eleitorado decidir quem vai para o segundo turno. Acho que o que não se pode é de forma autoritária impedir que o partido A, B ou C lance candidato”.
Indagado sobre Fernando Haddad, que foi candidato em 2018, perdendo para o atual presidente Jair Bolsonaro, Rui Costa disse que não há nenhuma definição do nome dele para o próximo pleito, apesar de o PT ter anunciado. “Não tem nada definido ainda, a minha percepção é que o presidente Lula fez é porque era preciso iniciar e é legítimo que o candidato de 2018 puxe os debates nacionais. Nós queremos participar ativamente do debate, quero poder dialogar com Eduardo Leite, com o Dória, governador do Espirito Santo, Paraná [...] para que juntos a gente possa salvar o Brasil dessa catástrofe. Homens de bem que amam o Brasil e com certeza com esse debate salutar, sem ódio, sem violência, haveremos de retomar esse Brasil que tem um potencial enorme para cuidar da nossa gente”, disse.  /Por: Redação BNews
 

Nenhum comentário