Notícias

Opositora de Trump, Nancy Pelosi é reeleita nos EUA


 Nancy Pelosi foi reeleita presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. A democrata foi escolhida após disputar o cargo contra o republicano Kevin McCarthy. A presidente da Câmara e os presidentes de comitês determinam quais projetos de lei são votados. Eles definem a agenda e decidem as regras que regem o debate. Nancy fez oposição ao governo Donald Trump e chegou a discutir com o presidente dos EUA em várias ocasiões. 

Com 80 anos, Pelosi é até hoje a única mulher a servir como presidente da Casa. Ela exercerá a função pela quarta vez, a segunda consecutiva. Quando foi eleita, em 2019, encerrou período de 8 anos de controle republicano.

A reeleição de Pelosi era esperada, embora por uma margem estreita. Os republicanos ganharam espaço na última eleição geral. O partido Democrata ainda é maioria, conta com 222 dos 435 assentos, mas está cada vez mais dividido entre as linhas moderadas e as mais à esquerda.

Dos 433 deputados presentes na eleição, 216 votaram em Pelosi e 209, em McCarthy.

Os representantes poderiam votar em qualquer membro da Casa –não se limitando a Pelosi ou McCarthy. Podiam, ainda, declarar-se “presentes”, uma espécie de voto em branco, ou recusar-se a votar.

Entre os democratas, cinco não apoiaram Pelosi, três declararam-se “presentes”, um apoiou o representante Hakeem Jeffries e outro votou em Tammy Duckworth, conforte apurou o site poder 360.

Apesar disso, Pelosi alcançou a maioria simples, fator necessário para conquistar outro mandato como presidente da Câmara.

Pelosi afirmou que a perda de assentos de seu partido não reduzirá sua influência ou a forçará a mudar sua estratégia. Ela disse que a eleição de Joe Biden, que toma posse na Casa Branca em 20 de janeiro, dá aos democratas mais poder pelos próximos 2 anos.

A presidente da Câmara deve se juntar a Biden para pressionar a discussão sobre questões como alívio aos efeitos da pandemia, cuidados de saúde e infraestrutura. As eleições em 2º turno na Geórgia, que decidirão na 3ª feira (5.jan.2021) se os republicanos detêm a maioria do Senado, definirão o quanto a dupla poderá realizar.

Antes de fazer declarações à Câmara, no domingo (3), Pelosi levantou o martelo do presidente para aplausos dos democratas. Em seu discurso, citou a pandemia de covid-19 como “prioridade mais urgente” do Congresso.

Pelosi e Biden já disseram que querem aprovar mais medidas de ajuda à população afetada pela crise econômica nas próximas semanas. Eles descreveram o pacote de US$ 900 bilhões assinado no mês passado como um “adiantamento”.

Ela acrescentou que a Câmara deve trabalhar com Biden e a vice-presidente eleita, Kamala Harris, para “buscar justiça” nas áreas econômica, racial, ambiental e climática./Por: Casa Branca Shealah Craighead 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();