Notícias

Rui Costa lamenta morte de Cira: "um dos ícones da nossa culinária"



 O governador Rui Costa (PT) lamentou a morte de Jaciara de Jesus Santos, conhecida como Cira, uma das baianas de acarajé mais conhecidas do Brasil. Cira estava internada no Hospital São Rafael há 18 dias e morreu na manhã desta sexta-feira (4)

"Quero manifestar meu profundo pesar pela morte de Cira, uma das mais famosas baianas de acarajé de Salvador. Com seus deliciosos quitutes, encantou baianos e turistas de todo o mundo e será lembrada como um dos ícones da nossa culinária. Que Deus conforte seus familiares e amigos", afirmou o governador.

Com mais de 50 anos na profissão, Cira era dona de um tradicional ponto no Rio Vermelho e de um quiosque em Itapuã. Em 2019, a baiana recebeu o prêmio de Melhor Acarajé pelo júri Veja Comer e Beber.

O senador e ex-governador Jaques Wagner (PT) também se manifestou sobre a morte de Cira e destacou que seu legado profissional "jamais será esquecido". "Com tristeza a notícia da morte de Cira do acarajé, mulher lutadora que dedicou sua vida a este nobre ofício que é símbolo da nossa cultura", complementou o petista.

O prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que a morte da baiana representa a perda de um patrimônio para o estado da Bahia e Salvador. "Cira herdou uma tradição que vem de geração em geração, e soube acrescentar o seu toque especial, tornando o seu acarajé um dos preferidos da Bahia", declarou o demista.

Bruno Reis (DEM), prefeito eleito da capital baiana, também lamentou a morte da quituteira. "Uma baiana daquelas que com seu carisma e suas delícias encantou todo mundo. Que Deus conforte a família e os amigos nesse momento de profunda dor!", afirmou.

Cira será sepultada neste sábado (5), no Cemitério Municipal de Itapuã, em Salvador. A famosa quituteira tinha 70 anos e deixa cinco filhos (Jussara, Cristina, Cristiane, Carlos e Renê) e oito netos.

Por: Redação BNews

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();