Notícias

Entidade criada por Damares sofre derrota e fica de fora do CNDH


 A Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure), entidade fundada pela ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos , Damares Alves, foi derrotada na eleição interna do Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) e ficara de fora do mandato que começa em 2021, segundo informa coluna de Guilherme Amado da Época.

A Anajure concorria para vaga reservada à representação da sociedade civil no colegiado ligado ao ministério da Mulher, Família e dos Direitos Humanos. A derrota freia os planos de Damares de colocar aliados no CNDH, de modo a fortalecer pautas conservadores e barrar avanço de debates progressitas, como a legalização do aborto.  /Por: Geraldo Magela/Agência Senado 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();