Notícias

Voluntário brasileiro da vacina de Oxford morre em decorrência da Covid-19


 Um voluntário brasileiros, de 28 anos, que participava dos testes clínicos da vacina desenvolvida pela Universidade Oxford e pelo laboratório AstraZeneca, morreu após ter complicações de Covid-19, na última quinta-feira (15). Segundo O Globo, a vítima era um médico que atuava no enfrentamento ao coronavírus no Rio de Janeiro. 

A publicação do portal de notícias informa também que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu a notificação do laboratório, nesta segunda-feira (19). Contudo, ressaltou que o laboratório já compartilhou dados da investigação realizada pelo Comitê Internacional de Avaliação de Segurança sobre o caso. 

Além disso, os desenvolvedores do imunizante não confirmaram que o voluntário teria participado dos testes por  “respeito aos critérios de confidencialidade dos dados médicos”. Ainda conforme O Globo, a Anvisa e o laboratório não informaram se o voluntário recebeu placebo ou dose da vacina contra o coronavírus. Todavia, o órgão de vigilância sanitária destacou que o comitê sugeriu que os estudos continuassem.  /Por: Imagem Ilustrativa/Peter Ilicciev/Fiocruz 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();