Notícias

Caso Robinho: Jornalistas sofrem ataques e têm números vazados


 Quatro jornalistas tiveram os seus números vazados em grupos do WhatsApp, Rodrigo Capelo e Carlos Cereto, do Sportv. Já Ana Thaís Matos, também da mesma emissora e Marília Ruiz, blogueira do UOL esporte, ambas receberam ameaças em seus aplicativos. Por conta disso, Ana Thaís teve de desativar sua conta do WhatsApp e se comunicar com amigos e familiares apenas por outras redes sociais. 

O comentarista Rodrigo Capelo, precisou bloquear cerca de 600 números que estavam fazendo ofensas pessoais. Em seu Twitter, o jornalista se manifestou. "Desde a noite de ontem, bloqueei 600 números de celular e apaguei cerca de 3.000 mensagens com xingamentos e ameaças. Também aconteceu com @mariliaruiz, @anathaismatos e @carloscereto por causa do caso Robinho. Às milícias digitais, meu lamento. Continuaremos a fazer jornalismo", comentou. 

Marília Ruiz afirma ter recebido mais de 60 ameaças de morte por conta da contratação de Robinho e registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (DECRADI).

Ana Thais e Copelo contataram os seus superiores e, de acordo com o site UOL, a Globo estaria assustada com toda a situação, porém, todo o suporte jurídico e de segurança estão sendo tomados e promete achar os culpados pela hostilidade. O caso foi registrado na Delegacia de crimes virtuais.   / Por: Reprodução / Redes Sociais 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();