Notícias

Barroso pede ao presidente do STF para analisar em plenário afastamento de Chico Rodrigues


 Oministro do Superior Tribunal Federal (STF) Luis Roberto Barroso pediu, nesta sexta-feira (16), ao presidente da Corte, Luiz Fux, que inclua na pauta do Plenário a determinação que ele expediu para afastar o senador Chico Rodrigues (DEM-RR).

O parlamentar foi flagrado pela Polícia Federal tentando esconder R$ 15 mil entre as nádegas, durante investigação que apura o desvio de recursos destinados ao combate da Covid-19 em Roraima.

De acordo com o site O Antagonista, no despacho desta tarde, Barroso disse que, embora não haja obrigação de ratificação de sua liminar, o caso deve ser discutido por todos os ministros, no colegiado.

Após a decisão de Barroso, o Senado tem que votar se mantém ou não o afastamento por 90 dias. Integrante do Conselho de Ética da Casa, o senador baiano Angelo Coronel (PSD) criticou,em entrevista ao BNews, a determinação monocrática do ministro.

“Quem afasta um parlamentar é o parlamento, se essa moda pega ai vai ficar uma queda de braço do legislativo com o judiciário e daqui a pouco poderá ter ministro afastado via impeachment votado pelo Senado. Um poder não pode interferir no outro”, disse.

Já Otto Alencar (PSD), também integrante do Conselho, afirmou que decisão judicial não se discute, se cumpre. "Achei normal, como foi com Aécio Neves, em 2017. Decisão judicial se cumpre, não se diverge”, disse.

Matérias Relacionadas

Otto fala em não julgar Chico Rodrigues previamente, mas ressalta: “Guardar dinheiro nas partes íntimas é inadequado”

Coronel defende “independência dos poderes” e critica decisão do ministro Barroso em afastar senador Chico Rodrigues

Barroso determina afastamento do senador flagrado com dinheiro entre as nádegas

PF encontra dinheiro entre as nádegas do senador Chico Rodrigues durante operação 


Por: Nelson Jr./SCO/STF  Por: Redação BNews

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();