Notícias

ACM Neto diz que governo não pode ser responsabilizado por queimadas, mas defende "postura diferente"


 O prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto, disse que "não simpatiza" com as ações de política ambiental do governo Bolsonaro. Todavia, avaliou que o Palácio do Planalto não deve ser responsabilizado pelas queimadas que estão acontecendo hoje no país.

"Acho que o governo poderia ter outra postura, o que nos permitiria ter uma outra imagem internacional", declarou o gestor, em uma live promovida pela revista IstoÉ, nesta terça-feira (13).

Questionado se o governo foi "negligente" na política de combate aos focos de incêncio, sobretudo no Pantanal e até mesmo no interior da Bahia, Neto se posicionou:

"Eu acho até que a gente não pode responsabilizar o governo pelas queimadas que estão acontecendo. No entanto, depois do fato ocorrido, o governo tem que ter uma postura completamente diferente. Tem que ir para cima, não só para debelar, mas para, caso haja algum ato criminoso ou alguma pessoa por trás disso, punir com prisão", disse.

Neto também defendeu uma postura mais "proativa" em relação as queimadas da Amazônia e desmatamento da Mata Atlântica.

Leia também: "O mais provável é que eu dispute o Governo da Bahia, mas não há decisão tomada", diz ACM Neto   / Por: Divulgação  Por: Henrique Brinco 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();