Notícias

Paulo Guedes diz que tomou "carrinho" de Bolsonaro sobre Renda Brasil


Um videoconferência, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta sexta-feira (28) que tomou um "carrinho" do presidente Jair Bolsonaro nesta semana. "Ainda bem que foi fora da área, senão era pênalti", acrescentou o ministro. Paulo Guedes deu as declarações ao participar de uma reunião virtual organizada pelo setor do aço.
Na última quarta (26), Bolsonaro afirmou em um evento em Minas Gerais que a proposta do programa Renda Brasil está suspensa. Declarou ainda ter dito a Paulo Guedes que o programa não pode "tirar de pobre para dar a paupérrimos".
Na videoconferência desta sexta, Guedes afirmou: "Nós estamos correndo com essas medidas que temos que terminar. Ultimamos as medidas de crédito, o dinheiro finalmente chegou na ponta. [...] Estamos fazendo esse estudo final do consumo privado de baixa renda, que é a questão de aterrissarmos do auxílio emergencial no auxílio um pouco mais baixo. E vamos até o fim do ano, ou seja, aterrissamos no Renda Brasil, que é uma construção mais robusta, mas que exige alguns ajustes, temos que fazer tudo dentro do teto."
Em seguida, emendou: "Estamos conversando todo dia. O presidente foi lá lançar o 'V' da vitória, a retomada lá com você. Eu fiquei aqui limpando papel, ainda tomei um vazamento, que ele chegou lá e "Pô, PG mandou um negócio aqui, assim não tá bom'. Ainda tomei uma dessa. Falei com ele: 'Presidente, isso aí é um carrinho, entrada perigosa. Ainda bem que foi fora da área, senão era pênalti'".
O Renda Brasil é o programa que o governo quer lançar para substituir o Bolsa Família. /

Por: Redação BNews 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();