Notícias

Bacelar diz ter melhores condições que Major Denice e aguarda apoio de Rui ao Podemos


O pré-candidato à Prefeitura de Salvador, Bacelar (Podemos), disse que ainda aguarda um convite do governador Rui Costa (PT) para discutir a campanha de 2020 na capital baiana. Recentemente, chegou-se a ventilar na imprensa que o nome dele estaria cotado para ocupar a vice da Major Denice Santiago (PT). Questionado sobre isso durante o lançamento da pré-candidatura, nesta quarta-feira (19), o deputado federal garantiu que nunca tratou sobre esse assunto com o Palácio de Ondina.
Bacelar ainda fez questão de se declarar "independente" e mais experiente ao se comparar com Denice. "Nunca ninguém tratou comigo nenhuma questão sobre meu nome como uma possibilidade para a vice. Nunca conversei com ninguém. Estamos colocando o nosso nome como pré-candidato a prefeito porque, com todo o respeito ao nome da candidata, com todo o carinho que eu tenho, mas acho que eu tenho melhores condições. Tenho a independência, a liberdade para agir, a experiência administrativa para tocar Salvador neste momento tão difícil. Espero do governador Rui Costa o apoio para a nossa pré-candidatura", declarou.
Bacelar, porém, não deixou de esconder a insatisfação com a atenção dada por Rui ao Podemos. Desde o ano passado, quando perdeu o comando do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA), a sigla vem sendo deixada de lado pela gestão estadual. "A palavra do governador pesa para a definição dos nossos caminhos. Espero ser chamado para o governador para tratar desse assunto. Nosso projeto é de transformação de Salvador, de redução das desigualdades sociais. De destruição dessa bolha que é a ilha da fantasia. Temos o centro todo bonito, todo arrumado, tem os shoppings, os teatros, equipamentos culturais, emprego, renda, trabalho e o resto da cidade é o favelado", completou, sem comentar os rumores sobre o "namoro" do Podemos com a base do prefeito ACM Neto (DEM).
Bacelar ainda exaltou a escolha de Magno Lavigne (Rede) para a vice e afirmou que a coligação não está totalmente fechada procura novos partidos para selar alianças até o dia da convenção, que deverá acontecer em setembro. A coligação também conta com o apoio do PTC. "Nós estamos procurando mais partidos. Estamos hoje aqui lançando um movimento. Mas estamos ainda no dia 19. Temos mais um mês ainda para fechar as coligações. Magno é um nome que engrandece qualquer chapa".

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();