Notícias

Empresários ligados ao MBL são presos por suspeita de desvio de mais de R$ 400 milhões


Dois empresários ligados ao Movimento Brasil Livre (MBL) foram presos na manhã desta sexta-feira (10) pela Polícia Civil de São Paulo, acusados de desviar mais de R$ 400 milhões.
Segundo informações do Ministério Público Federal (MPF), na operação em conjunto com a Receita Federal, Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Moraes Afonso são investigados por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio.
Em nota, o MP declarou que as provas iniciais apontam para o envolvimento dos empresários que "construíram efetiva blindagem patrimonial composta por um número significativo de pessoas jurídicas, tornando o fluxo de recursos extremamente difícil de ser rastreado", utilizando inclusive de "criptoativos".
As informações são do UOL.
Co-fundador do MBL, o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) confirmou a busca e apreensão na sede do grupo, que ganhou notoriedade ao protagonizar os protestos em 2013 que culminaram na saída de então presidente Dilma Roussef (PT).
Ele nega que Alessader e Carlos Augusto façam parte do MBL.  / Por: Polícia Civil  Por: Redação BNews

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();