Notícias

Polícia faz busca e apreensão na residência da desembargadora Sandra Inês nesta segunda (11)


A Polícia Federal chegou ao endereço da desembargadora Sandra Inês na manhã desta segunda-feira (11) para cumprir novos mandatos de busca e apreensão. A desembargadora foi presa na 5ª fase da Operação Faroeste por suspeita de venda de sentenças. 
A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu na quarta-feira (6), por unanimidade, tornar réus quatro desembargadores e três juízes do Tribunal de Justiça da Bahia por suspeita de envolvimento no esquema. O nome de Sandra, no entanto, ficou fora da lista.
A denúncia que a desembargadora participava das irregularidades foi feita pelo Ministério Público Federal (MPF), a procuradora da República Lindôra Maria Araújo pediu na ocasião a demissão dela pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro. / Por: Divulgação TJ-BA 

Nenhum comentário