As mais recentes

Fraude de energia em fazenda no norte da Bahia abasteceria 9 mil casas em um mês

Foto: divulgação/Coelba
Um Gigawatt-hora de energia elétrica, suficiente para abastecer cerca de nove mil residências ou todo o município de Pilão Arcado, na Bahia, foi furtado por uma fazenda no município de Casa Nova, norte do estado, a 573 quilômetros de Salvador. Nesta sexta-feira (25/1), a Coelba e a Polícia Militar realizaram uma operação que retirou uma rede clandestina nessa fazenda. A ação foi solicitada pela concessionária após encontrar indícios de fraudes nas instalações elétricas da fazenda. Técnicos desligaram a rede clandestina e fizeram a retirada dos cabos, que desviavam energia elétrica da rede de distribuição da Coelba. De acordo com a distribuidora de energia do estado, a propriedade deverá pagar R$ 270 mil em faturas de energia elétrica, valor estimado considerando a carga instalada para irrigação da plantação e o período de quatro anos de irregularidade da unidade.
CRIME
Por meio de nota, a Coelba informou que já havia apresentado notícia-crime junto à Delegacia da região para a aplicação das sanções previstas em lei. O furto de energia é crime, sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cuja pena pode alcançar até oito anos de reclusão. Além de representar riscos de acidentes graves à população, a energia furtada é paga por outros consumidores, através do repasse na tarifa de energia. (Aratu online)

Nenhum comentário