Vigilante é morto com 18 tiros em Salvador

Foto: Reprodução/TV Bahia/ Montagem: Sistema de Notícias


homem que foi morto dentro de um carro na Avenida Vasco da Gama, em Salvador, na quinta-feira (7), tinha a profissão de vigilante e foi atingido por cerca de 18 disparos quando estava indo para o trabalho. Familiares da vítima, identificada como Gilberto Marques dos Santos Júnior, de 28 anos, estiveram no local do crime e ficaram bastante abalados.

"Meu filho era um homem bom. Se dava com todo mundo. Tinha as desavenças dele, mas o mundo está tão violento, e a gente não sabe, não é? Não pensei que fosse passar por isso, por essa situação que passei", disse a mãe de Gilberto, Osvaldina Santos.
Familiares contaram que ele saiu de casa no final da tarde de quinta-feira para pegar o plantão no trabalho, no Horto Florestal, e fez o percurso que fazia todos os dias. Quando passava pela Av. Vasco da Gama, no entanto, foi surpreendido.

O carro em que ele estava foi fechado por outro veículo, de onde saiu um homem que atirou diversas vezes contra ele. Tudo ocorreu na altura de um retorno, perto do hipermercado Extra, por volta das 17h30.
De acordo com a Polícia Militar, agentes da 41ª Companhia Independente (CIPM) estiveram no local, após denúncias, e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que constatou a morte de Gilberto. A perícia feita no local do crime constatou que Gilberto foi atingido por pelo menos 18 tiros.

A vítima, que morava no bairro do Engenho Velho de Brotas, era casada e deixa uma filha de 7 anos. Gilberto estava com a farda da empresa onde trabalhava, no momento do crime.
Por conta do caso e da apuração policial, o trânsito precisou ser interditado na região.

Conforme a Transalvador, o trânsito só foi liberado no local após a finalização da ocorrência, mais de uma hora depois. De acordo com o órgão, a situação deixou reflexo nas avenidas Anita Garibaldi, sentido Centro, e Gen. Graça Lessa (Vale do Ogunjá), sentido Vasco da Gama. Em nota, a Transalvador chegou a orientar que os condutores evitassem a região.
O delegado Líbio Braga, que investiga o crime, pediu que quem tiver alguma informação sobre o suspeito do crime, que denuncie.


Fonte: G1BA

Nenhum comentário