PF cumpre novos mandados na operação contra desvios no transporte público do RJ


A Polícia Federal foi às ruas na manhã desta quarta-feira (5) para cumprir novos mandados judiciais no desdobramento da Operação Ponto Final, que investiga esquema no transporte público no estado do Rio de Janeiro.
De acordo com as primeiras informações do site G1, os agentes visam cumprir três mandados de condução coercitiva. Foi levado para depor Alexsander Queiroz Silva, sócio da consultoria de investimentos Aware Investments. Ele é suspeito de gerir o dinheiro da Fetranspor (Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro) depositado no exterior.
Na última segunda-feira (3), a ação foi desencadeada e resultou na prisão de 10 pessoas ligadas ao transporte público no estado. Além dessas, o empresário Jacob Barata Filho foi preso na noite de domingo (2) no aeroporto Internacional Galeão quando tentava embarcar para Portugal. Também foram cumpridos menos 30 mandados de busca e apreensão.
De acordo com a investigação da PF e do Ministério Público Federal, haveria um esquema criminoso que chegou a movimentar R$ 260 milhões em propinas.
Fonte:Bocão News