Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Ministério da Saúde ignorou pedido da AGU para investigar contrato de R$ 1 bi em respiradores


 Contrariando a recomendação da AGU (Advocacia-Geral da União), o Ministério da Saúde não abriu nenhum processo administrativo para apurar as responsabilidades das empresas envolvidas no primeiro contrato bilionário assinado pela pasta durante a pandemia de covid-19. A compra de 15 mil respiradores —que viriam de Macau (China), ao custo de R$ 1 bilhão— não se concretizou e os equipamentos não foram entregues.

Leia mais:Máfia dos Respiradores: Polícia Federal deflagra nova operação

Mesmo sem ser entregues, o dinheiro chegou a ficar parado, reservado para o pagamento, entre abril e maio de 2020. O contrato estabelecia a abertura de um procedimento de punição em caso de descumprimento, mas até agora nada foi feito.

O principal responsável pela compra frustrada é um dos alvos da CPI da Covid por suposta cobrança de propina e pressão para a compra de vacinas, o ex-diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde Roberto Dias, que assinou o contrato.

Leia também:

Marcos Rogério diz que omissão de CPI sobre respiradores do Consórcio Nordeste é "estelionato cometido contra brasileiros”

Ministro do STJ encaminha à CPI inquérito que investiga compra mal sucedida de respiradores pela Bahia

 



Por: Agência Brasil  Por: Redação Bnews

Nenhum comentário