Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Técnico Tite "dá olé" em imobiliária e arremata cobertura luxuosa por R$ 10 milhões no Rio de Janeiro; entenda


 Quando atuava dentro de campo, Adenor Leonardo Bachi, mais conhecido como Tite, era acostumado mesmo a marcar os adversários jogando como volante. Mas, o atual técnico da Seleção Brasileira também aprender a driblar, não só dentro das quatro linhas, como também fora dela. E foi um "ol´é" dado em uma imobiliária que levou seu nome aos noticiários nesta semana.

Leia também
Em Dubai, Tierry e Gabi Martins curtem ao lado de foragidos da Justiça brasileira
Zeca Pagodinho passa por "aperto financeiro" e vende casa em Xerém
Fábio Jr. recebe indenização de R$ 100 mil após processar empresa de remédio contra impotência sexual

Segundo informações divulgadas pela colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, vizinhos do treinador em um condomínio de luxo onde ele mora, em frente à Praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, estão o acusando de desonestidade. O "ato falho" teria sido praticado contra a Ativa Imobiliária, na compra de uma cobertura milionária, mais cara até do que a que Pelé se desfez em Recife.

Em contato com o jornal, o diretor da imobiliária e corretor Marcos Rocha, que disse ser responsável por três transações imobiliárias da família nos últimos anos, detalhou o ocorrido. Segundo o profissional, Tite e sua mulher demonstraram interesse no imóvel por ele oferecido, inclusive solicitando mais fotos e perguntando qual era o posicionamento do imóvel, mas eles teriam dito que naquele momento não seria possível e que entrariam em contato para dar prosseguimento ao negócio.

Acontece que pouco tempo depois, Tite já tinha fechado negócio diretamente com o proprietário pelo valor de R$ 10,3 milhões, antes anunciado por R$ 12 milhões. "Não imaginava, porque a gente tinha uma confiança mútua. Desde que o Tite veio para o Rio eu sempre fiz as transações imobiliárias dele, sempre foram muito honestos em todas elas. Depois que eu ofereci a cobertura, passaram três meses e eu falei com a mulher dele pra gente ir lá ver a cobertura, porque o proprietário estava me cobrando uma posição. Ela me disse que gostaram muito, mas naquele momento o Tite não queria e que um pouco mais pra frente eles falariam comigo".

O corretor disse que teve conhecimento apenas por causa de um vizinho. "Três meses depois o vizinho me ligou perguntando se eu tinha vendido a cobertura pro Tite, porque ele estava se mudando naquele dia. Um imóvel que eu ofereci, mandei as fotos e eles fecharam direto com o proprietário, que assim como eles, nos enganou", conta ao lembrar que não foi mais atendido pela família.  "Liguei pra ela [esposa do treinador] e enviei mensagens para o filho e eles não me atenderam. Mandei mensagem pra ela e falei: 'poxa, não acredito que a senhora fez isso comigo'. Eles poderiam ter comprado qualquer imóvel, mas o que eu ofereci é pura desonestidade. E eles não me atenderam e nem me responderam mais", diz.

Ainda de acordo com a publicação, existe a possibilidade de que o caso vá parar na Justiça.  "A gente mandou uma notificação extrajudicial pra eles tentando um acordo pra ver se eles cumprem com o que deveria ter sido feito. Porque numa venda de R$ 10,3 milhões, são mais de R$ 500 mil de comissão. Uma desonestidade sem necessidade", lamenta o corretor. A reportagem procurou  a assessoria do técnico Tite e não obteve resposta.

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre


Por: Reprodução / Instagram  Por: Redação BNews

Nenhum comentário