Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Mourão viaja à Amazônia com 11 embaixadores para mostrar "real situação" da região


 O vice-presidente Hamilton Mourão (PRBT) deve desembarcar nesta quarta-feira (8) no estado do Pará na companhia de 11 embaixadores, dois senadores e representantes de pelo menos cinco ministérios. De acordo com informações do Metrópoles, o general pretende mostrar aos convidados os problemas ambientais da Amazônia Oriental.

Já conforme a revista Veja, a visita tem o objetivo de convencer os chefes de missões diplomáticas que o governo Bolsonaro tem atuado para preservar a floresta e desenvolver a região amazônica.

Segundo a assessoria de comunicação da Vice-Presidência, integrarão a comitiva os representantes de Japão, Espanha, União Europeia, Angola, Paraguai, França, Índia, Uruguai, Reino Unido, Suíça e da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA).

O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), Ministério de Minas e Energia, Ministério do Meio Ambiente, Ministério das Relações Exteriores e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, também mandaram seus representantes. 

Os senadores Nelsinho Trad (PSB-MS) e Kátia Abreu (PP-TO) também se juntaram à comitiva. 

No ano passado, Mourão fez uma viagem à Amazônia de três dias com autoridades estrangeiras. A viagem incluiu as cidades de Manaus, Maturacá e São Gabriel da Cachoeira.

“Foi uma agenda intensa e muito proveitosa. Essa viagem com os embaixadores e formadores de opinião consistiu num esforço ampliado para apresentar a Amazônia e sua complexidade, pois trata-se de uma região rica, muito vasta, mas pouco conhecida, não só pelos brasileiros que vivem no Centro Sul, mas, principalmente, pela comunidade internacional”, disse à época o vice-presidente.

Matérias relacionadas:

Moradores fazem panelaço em Salvador contra discurso de Bolsonaro; veja vídeos

Irritado por encontro com Barroso, Bolsonaro ignora Mourão em evento militar

"Pode ser que tenha que ocorrer algum racionamento de energia", afirma Mourão

Classificação Indicativa: Livre 


Por: Ascom/Vice-Presidência  Por: Redação Bnews

Nenhum comentário