Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Fux manda recado para Bolsonaro: “Ninguém fechará esta Corte”


 Após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fazer um discurso inflamado contra o Supremo Tribunal Federal (STF) para milhares de pessoas nos atos de 7 de setembro em Brasília e São Paulo, o presidente da Corte, ministro Luiz Fux reagiu afirmando que “ninguém fecharia a Corte''. “Nós a manteremos de pé, com suor e perseverança”, disse nesta quarta-feira (8), na abertura da sessão plenária.

Durante as manifestações, Bolsonaro afirmou que não vai mais cumprir decisões do ministro Alexandre de Moraes, responsável pelo inquérito que investiga o chefe do Executivo e seus aliados por financiamento e organização de atos contra as instituições e a democracia.

Fux também foi firme e alertou a Bolsonaro que ignorar medidas impostas é cometer “crime de responsabilidade, que deverá ser analisado pelo Congresso Nacional”.

“O STF não tolerará ameaças à autoridade de suas decisões. Se o desprezo às decisões judiciais ocorre por iniciativa do chefe de qualquer dos Poderes, essa atitude, além de representar atentado à democracia, configura crime de responsabilidade, a ser analisado pelo Congresso”, pontuou.

“Ofender a honra dos ministros, incitar a população a propagar discursos de ódio contra a instituição do Supremo e incentivar o descumprimento de decisões judiciais são práticas antidemocráticas e ilícitas [...] Não caia na tentação das narrativas fáceis e messiânicas, que criam falsos inimigos da nação”, completou o presidente da Corte.

Matérias relacionadas:

Ciro Nogueira e Lira se reúnem com Gilmar Mendes após discurso de Fux

Coordenador do MBL diz que eleitores de Lula serão bem tratados em protestos contra Bolsonaro

Otto Alencar vai compor comissão do PSD para avaliar impeachment de Bolsonaro

Classificação Indicativa: Livre


Por: Fellipe Sampaio /SCO/STF  Por: Redação Bnews

Nenhum comentário