Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Funcionário é agredido a vassourada pelo patrão em Mogi das Cruzes


 Um ajudante geral de uma agência de carros e lava-rápido foi agredido pelo patrão, na última quinta-feira (16), em Mogi das Cruzes. 

Segundo Paulo Henrique de Sousa Patrício, ele estava trabalhando no local há cerca de seis meses e não tinha registro em carteira. O homem de 52 anos afirmou que tinha uma boa relação com o proprietário, Jean Carlos Rodrigues Diogo, que começou a tratar mal o funcionário. 

Leia mais

"A gente tinha uma relação muito boa, mas aí do nada ele virou e começou a me tratar mal. No dia da agressão, ele estava nervoso porque queria que eu tivesse mentido para o dono do ponto, porque ele disse que estava ruim, mal tinha lavado carros e eu não confirmei, disse que tinham sido lavados 21 carros aquele dia. Aí depois ele começou a falar mal do antigo sócio dele pra mim, mas eu não gosto dessas coisas, e falei que então ele fosse falar para o cara. Aí ele me agrediu", afirmou o ajudante em nota publicada pelo "G1". 

Após a agressão, Paulo afirmou que foi para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e em seguida para a delegacia. A ocorrência foi registrada no 1º DP de Mogi das Cruzes como lesão corporal. 

Jean justificou a agressão afirmando que o funcionário já tinha sido demitido e continuou no local "ameaçando e xingando". O proprietário disse também que Paulo é agressivo e tem "diversas passagens na polícia". 

Leia também

Classificação Indicativa: Livre



 Por: Paulo Henrique de Sousa Patrício/Arquivo Pessoal  Por: Redação

Nenhum comentário