Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Ex-namorada de ídolo do Corinthians presta queixa por agressão e jogador rebate: "quer assunto e fama"


 Mais uma acusação de agressão contra mulher envolvendo famosos do mundo do esporte, como o caso do ex-jogador do Vitória, vem à tona nesta terça-feira (14). Dessa vez, quem está sendo acusado é o ídolo do Corinthians, Dinei, por sua ex-namorada Érika Dias. Segundo informações divulgadas pela colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, a agressão teria ocorrido no último domingo (12).

De acordo com o relato da vítima, tudo começou quando o ex-jogador, que já foi acusado de abusar de uma participante quando esteve em 'A Fazenda',  participava de um bate-papo no Camarote FielZone, localizado na Arena Corinthians, em São Paulo. Em comemoração ao aniversário dele, no último dia 10, o clube enviou a bateria da Gaviões da Fiel para fazer uma surpresa, o que teria deixado ele incomodado.

Leia também
Noivo de Sthe Matos se declara após ela ser anunciada em 'A Fazenda' e mostra vídeo fofo do filho da blogueira; assista
Após dizer que "não banca homem", Jojo Todynho aluga apartamento para novo namorado, relembre vídeo
Veja quem são os novos participantes confirmados em 'A Fazenda'

Érika conta que Dinei não quis ficar para homenagem e depois dela insistir, ele não gostou, quando acabaram brigando. "Me exaltei porque ele começou a dizer que eu queria ficar lá para ver homens e também porque me segurou pelo braço, deixando-o roxo. Ninguém fez absolutamente nada. Nem os seguranças do FielZone", expôs.

Por causa do 'apertão', a vítima foi para um departamento policial, onde disse ter permanecido duas horas sem conseguir registrar o boletim de ocorrência. "Fui para casa, cheguei à meia-noite. Já o Dinei, por volta das 4h30, chutando a porta do apartamento e totalmente bêbado. Liguei para a delegacia", continuou.

Com a chegada dos policiais, ela disse que foi orientada sobre a medida protetiva e a registrar a ocorrência on-line, o que para Dinei é a prova de que não houve agressão. "A polícia veio aqui e não viu nada. Se tivesse alguma coisa, tinha me levado para a delegacia. Diz que não quiseram fazer porque não viram nada, por isso o digital. Quer assunto e fama", declarou à colunista.

Por fim, Érika garantiu que o relacionamento chegou ao fim e que agora só quer poder pegar as suas coisas que ainda estão lá no imóvel, reaver o dinheiro que ela alegou ter sido retirado da sua conta (algo em torno de R$ 10 mil).

Acompanhe o BNews também nas redes sociais, através do Instagram, do Facebook e do Twitter

Classificação Indicativa: Livre


 Por: Reprodução / Instagram  Por: Redação BNews

Nenhum comentário