Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Ministros do STF e do TSE planejam incluir novos ataques de Bolsonaro a inquéritos já existentes contra presidente


 Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) trabalham em estratégia para fazer com que todas as novas tentativas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de descredibilizar o processo eleitoral e atacar o Judiciário sejam incorporadas como novas provas aos inquéritos já abertos contra o chefe do Executivo.

Fontes do STF ouvidas pelo jornal O Globo avaliam que eventuais declarações de Bolsonaro nestes termos não sejam mais respondidas por meio de notas institucionais, nem virem alvo de novos pedidos de apuração. A ideia é que elas deem ainda mais subsídio às investigações já em andamento.

Desde a segunda-feira passada, 2 de agosto, quando o TSE decidiu pedir a inclusão de Bolsonaro no inquérito do STF e aprovou por unanimidade a abertura de um inquérito administrativo para apurar ataques à legitimidade das eleições, Bolsonaro deu pelo menos cinco novas declarações públicas de ataques ao sistema eleitoral e ao Judiciário.

Notícias Relacionadas

Em crise com STF, Bolsonaro participa de motociata em Brasília e provoca aglomeração

Inquérito do TSE para investigar Bolsonaro também apura uso da EBC para fins políticos

Bolsonaro repete acusações falsas de fraude nas eleições presidenciais norte-americanas em encontro com enviado de Biden

Bolsonaro volta a defender voto impresso: "Querem decidir as coisas no tapetão"

Bolsonaro desce nível e chama Barroso de "filho da p***"; veja vídeo

Conheça detalhes das sete investigações as quais Bolsonaro é alvo no STF e TSE

Entidades de magistrados divulgam nota em defesa ao sistema eleitoral: "Urna eletrônica é inviolável"

Classificação Indicativa: Livre 


 Por: Reprodução/Alan Santos/PR 

Nenhum comentário