Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Inédito no Brasil, curso capacita PMs baianos a socorrerem cães durante operações policiais


 Constantemente utilizados por agentes de segurança pública no combate ao crime, os cães também são expostos ao perigo durante as operações. Para preservar a vida destes animais, a Polícia Militar da Bahia (PM-BA) promoveu, entre os dias 2 e 20 de agosto, o primeiro curso de atendimento pré-hospitalar em cães. 

Realizada no Batalhão de Choque, em Lauro de Freitas, a capacitação é inédita no Brasil, segundo a corporação. Participaram 19 policiais militares que já trabalhavam com cães.

Os PMs tiveram aulas com médicos veterinários especializados em diversas áreas e aprenderam o básico sobre anatomia, fisiologia canina, traumas, urgências e emergências em cães, atendimento pré-hospitalar em situação de combate, entre outros. Durante a maior parte da capacitação, foram utilizadas réplicas, a fim de preservar os animais de verdade.

De acordo com a comandante da Companhia de Operações com Cães da PM-BA, Capitã Lacerda, a Bahia possui 21 Unidades Caninas espalhadas por todas as regiões do estado, dentre Batalhões, Companhias Especializadas, Rondesps e Companhias Independentes que possuem cães de polícia.

“Cada vez mais dentro das operações, estamos utilizando os cães e eles também ficam expostos e podem sofrer algum acidente ou atentado e se ferir. Isso nunca aconteceu aqui, mas estamos nos antecipando. Pensando nisso, percebemos que era necessário um curso específico para socorristas de cães policiais. Ele capacita os PMs especialistas em operações com cães a estabilizarem o animal até a chegada ao médico veterinário para que sejam realizados os cuidados específicos. No interior, muitas vezes não tem o médico veterinário presente constantemente”, explicou a Capitã.

Uma nova edição do curso está prevista para ocorrer em julho de 2022 e deve contar com a participação de policiais de outros estados, bombeiros e membros das Forças Armados. “O cão é uma suplementação do nosso trabalho, mas todos que atuam ao lado desses animais são apaixonados. Nós criamos o vínculo amoroso de família com os cães, nos preocupamos o que está sendo ofertado a eles e, por isso, buscamos preservar ao máximo a vida deles”, frisou.
 
 

Classificação Indicativa: Livre


 Por: Divulgação  Por: Redação BNews

Nenhum comentário