Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Bolsonaro tentou desfile com blindados em março, mas comandante do Exército vetou


 O desejo do presidente Jair Bolsonaro de promover um desfile de blindados não é de hoje. Em março, foi este o seu pedido ao então comandante-geral do Exército, Carlos Pujol, pouco antes da crise que culminou na demissão dos três comandantes das Forças Armadas e do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

Tanto Pujol quanto Azevedo e Silva se negaram a aceitar a proposta de Bolsonaro e aumentou a crise institucional. Segundo informações da colunista Malu Gaspar, do Globo, o presidente cogitava até uma exibição com os aviões caças em voos rasantes. 

Após ser exonerado do cargo, o general Azevedo e Silva disse a auxiliares que não queria repetir maio de 2020, quando Bolsonaro sobrevoou a Esplanada dos Ministérios de helicóptero, durante um ato que pedia o fechamento do Congresso e pedia intervenção militar.

Depois do episódio, os comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica decidiram seguir Azevedo e Silva e foram pedir demissão, mas descobriram que o novo ministro, Walter Braga Netto, já tinha pedido as suas exonerações.

A informamação da intenção de Bolsonaro foi confirmada por aliados, depois da notícia de que a Marinha faria o desfile de blindados na Esplanada nesta terça-feira, no mesmo dia em que a Câmara vota a PEC do voto impresso.
.



 Por: Marcelo Camargo/Agência Brasil 

Nenhum comentário