Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Bolsonaro aposta em constrangimento para fazer Moraes se declarar impedido de presidir eleições


 A ação impetrada pelo presidente Jair Bolsonaro no Senado contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, tem um único objetivo: tentar pressioná-lo para se declarar impedido de presidir as eleições presidenciais em 2022..

De acordo com o colunista Tales Faria, do UOL, Bolsonaro sabe que o impeachment não vai prosperar, mas quer que Moraes se sinta constrangido e sinta que se tornaram inimigos pessoais.

Atual vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin assume em fevereiro, mas deixa o cargo em agosto. Como o critério de sucessão do órgão é a data da posse, Moraes é o próximo na linha sucessória e a mudança deve coincidir com a data das eleições.

Mesmo se o ministro não se declarar impedido, Bolsonaro já consegue mobilizar para, ao menos levar o tema ao Plenário do STF ou do TSE e tumultuar ainda mais o processo eleitoral, assim como faz com o voto impresso, ao passo que perde popularidade e aparece cada vez pior nas pesquisas de intenção de voto.
 

Classificação Indicativa: Livre


Por: Carolina Antunes/PR 

Nenhum comentário