Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

"A gente não tem medo de prisão", diz Eduardo Bolsonaro sobre família


 O deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, criticou a atuação do Supremo Tribunal Federal (STF) e garantiu que a sua família não teme ir para a "prisão".

"Não tem mais corda para você esticar. Qual seria o próximo passo? Prender o presidente? Prender um dos filhos? A gente não tem medo de prisão. Agora, fazer isso, sem ter motivo?!”, afirmou o parlamentar em entrevista ao programa "Agora com Lacombe", da Rede TV.

Antes, Eduardo disse que em algum momento as decisões do Supremo podem não ser mais respeitadas, visto que tem promovido prisões arbitrárias por "fake news" ou "atos antidemocráticos".

"Prendem por fake news. Prendem por atos antidemocráticos. O que é um ato antidemocrático? Prendem por milícia virtual. Vai chegar uma hora em que essas ordens da mais alta Corte do judiciário nacional não vão ser cumpridas, infelizmente. Se continuar desse jeito…”, afirmou. As informações são do Antagonista.

"TROCO DE BALA"

Eduardo também se posicionou a favor do voto auditável e impresso, tema recorrente nos discursos do presidente e agenda defendida pelos bolsonaristas. Apesar não existir nenhum indício de fraude, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e de quase nenhum partido ter o hábito de participar das audições das urnas eletrônicas - que ocorrem antes de todos os pleitos — o parlamentar garantiu. A ter "quase certeza de que o procedimento é fraudado" devido à "resistência" de regredir no modelo de votação.

Segundo o filho do presidente, não se pode justificar pelo aumento no custo da operação, já que não falta "dinheiro" nos cofres públicos, inclusive pelo aumento recente do fundo eleitoral. 

"Isso seria troco de bala", ironizou.

Classificação Indicativa: Livre 


 Por: Vinícius Loures/Agência Câmara  Por: Redação BNews

Nenhum comentário