Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Bahia pode encurtar intervalo da segunda dose das vacinas contra a Covid


 A Bahia estuda diminuir o intervalo para aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 de dois imunizantes, a AstraZeneca e a CoronaVac. O assunto, segundo o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, será discutido na quinta-feira, dia 15, com a Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

No caso da AstraZeneca, o intervalo poderá ser reduzido de 12 semanas para 9 semanas. Já o período da segunda aplicação da vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o instituto Butatan deverá cair de 30 para 21 semanas. 

“Estamos discutindo a possibilidade de adiantar a segunda dose das vacinas que estão sendo entregues pelo Ministério [da Saúde] como a garantia da segunda aplicação. O Ministério tem entregue a primeira dose junto com a segunda para que o estado guarde. Nesses casos de que não há o risco de desabastecimento, nós iremos avaliar a possibilidade de fazer a antecipação”, explicou o gestor durante entrevista à TV Bahia nesta terça-feira (13).

A redução do período de aplicação da última dose já aconteceu em outros estados como o Acre, Pernambuco, Ceará, Espírito Santo, Piauí, Sergipe e Alagoas.

Classificação Indicativa: Livre


Por: Bruno Concha/Secom  Por: Redação Bnews

Nenhum comentário