Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Por falta da Coronavac, Salvador aplica apenas 2ª dose com hora marcada e no Vacina Express


 A Prefeitura de Salvador afirmou, na manhã desta quinta-feira (29), que está há 15 dias sem receber qualquer remessa da vacina Coronavac, “o que limita a estratégia para a aplicação da 2ª dose desse imunizante”. Desta forma, a partir de agora e até que nova remessa chegue, “só receberão a 2ª dose quem fez agendamento pelo Hora Marcada e Vacina Express”.

A informação foi divulgada nas redes sociais e, segundo o prefeito Bruno Reis (DEM), o Ministério da Saúde teria descumprido a ‘promessa’ de enviar novas doses para repor o estoque.

“O Ministério da Saúde orientou que os municípios fizessem a aplicação de todas as doses enviadas pelo governo, nos garantindo o envio de novas remessas para a 2ª dose. Isso não ocorreu e houve a diminuição do quantitativo de doses enviadas pelo Governo Federal”, escreveu em publicação na internet.

Idosos que tentaram se vacinar, na manhã desta quinta-feira (29), em Salvador, fizeram um protesto após serem informados que não havia doses da Coronavac suficientes para a segunda aplicação do imunizante. A movimentação aconteceu na fila da UBS Ramires Azevedo, no Campo da Pólvora.

A Prefeitura ainda disse que aguarda novas doses para que seja dado continuidade ao cronograma de vacinação com a Coronavac e que o Ministério da Saúde garantiu ser "improvável que intervalos aumentados entre as doses ocasionem redução na eficácia do esquema vacinal".

Por fim, segundo Bruno Reis, o desabastecimento com o imunizante produzido pelo Butantan tem ocorrido em todo o país. A aplicação da AstraZeneca, no entanto, ocorre normalmente.


BNews  Por: Yasmin Garrido

Nenhum comentário