Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

MPF denuncia ex-ministro da educação por improbidade administrativa


 O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, por improbidade administrativa. Na acusação encaminhada à 3ª Vara de Justiça Federal, Abraham Weintraub é acusado de agir contra princípios da administração pública como moralidade, honestidade e lealdade às instituições.

As informações são do portal UOL. Caso condenado, o ex-ministro pode ter seus direitos políticos suspensos e ser obrigado a pagar multa. Também de acordo com a publicação, o parquet aponta que Weintraub fez reiteradas declarações sobre as universidades públicas brasileiras enquanto esteve no cargo "dolosamente incorretas ou distorcidas”.

Para o MPF, as atitudes tiveram o claro propósito de desacreditar o serviço prestado pelas  instituições. O órgão defende que o ex-ministro fez acusações falsas sobre as universidades, e recorda que Weintraub disse, por exemplo, de que algumas dessas instituições possuíam plantações de maconha.

O órgão diz que, ao ser ouvido na Câmara dos Deputados, Weintraub enviou cópias de reportagens que revelavam pés de maconha dentro do quarto de um aluno da UFRGS, na Unimontes e em área próxima à UnB (Universidade de Brasília).

"Vê-se, portanto, que a suposição genérica do ministro se deu a partir de casos simplórios, pontuais e isolados de consumo e tráfico de drogas em ambientes universitários. Em todos os casos, a polícia atuou dentro dos campi, ao contrário do que fez crer o requerido", destacou o MPF.  / Por: Marcelo Camargo/Agência Brasil 

Nenhum comentário