Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

MP-BA analisa se vai instaurar procedimento para apurar suposta briga de adolescentes no Salvador Shopping


 O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) já recebeu notícias e vídeos referentes à suposta briga entre adolescentes dentro do Salvador Shopping, ocorrida no último sábado (24), e afirmou que, após análise do material, deve ser instaurado procedimento para apurar o caso.

De acordo com a promotora de Justiça Verena Aguiar Silveira, o órgão está, neste momento, compilando o material para, a partir daí, analisar quais são as medidas adequadas ao caso concreto. Ainda segundo ela, já foi solicitado esclarecimentos por parte do centro comercial.

A promotora também ressaltou que o MP-BA “já possui um procedimento de acompanhamento, justamente, para fiscalizar e acompanhar esses casos e as políticas públicas adotadas pelo centro comercial quando existe alguma situação concreta envolvendo crianças e adolescentes em situação de risco ou vulnerabilidade”.

O órgão, atualmente, integra um grupo de trabalho, presidido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Salvador (CMDCA), do qual também fazem parte os demais atores dessa rede de proteção, como conselhos tutelares, MPT, secretarias municipais, sociedade civil organizada e os representantes dos shoppings.

O MP-BA explicou que o grupo faz encontros periódicos mensais, nos quais são discutidas as situações e orientados os centros de compras sobre como devem agir. “Já construímos um fluxograma destinado aos shoppings para que, diante de situações de vulnerabilidade, sejam adotadas as medidas cabíveis e de acordo com a legislação sobre o tema”, concluiu a promotora.

No último sábado, uma confusão generalizada obrigou lojistas a fecharem as portas no Salvador Shopping. Por meio de nota, o estabelecimento afirmou que a movimentação foi resultado de conflito entre os próprios adolescentes, cuja situação foi rapidamente contida pela equipe e, posteriormente, pela Polícia Militar.  / Por: Reprodução 

Nenhum comentário