Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Prefeitura vai prorrogar intervenção em concessionária responsável por parte dos ônibus do transporte público

 


A prefeitura de Salvador decidiu nesta terça-feira (16) prorrogar até junho a intervenção na concessionária CSN, que é responsável por parte dos ônibus do transporte público da capital baiana.

O contrato foi assinado em julho de 2020 e só tem duração máxima de 1 ano. 

Nesta segunda-feira (15), o prefeito disse que impediu o aumento da tarifa, com base no reajuste previsto no contrato, e se queixou de não ter sido reconhecido pelo esforço.

"Será a última prorrogação da intervenção. Primeira vez foi 16 de junho, e data-limite é de um ano. Então a intervenção vai ser prorrogada, e nesses três meses precisa ter uma solução, quanto mais rápido, melhor podemos oferecer o transporte público para nossa cidade. A prefeitura precisa sair da internveção, pois tem um limite", disse Bruno Reis.

A CSN é responsável por ônibus de 127 linhas do transporte público da capital baiana. A concessionária vinha descumprindo acordo coletivo assinado com a categoria, além de atrasar constantemente o adiantamento salarial e o tíquete alimentação.

Em coletiva de imprensa, Bruno declarou que o município desembolsou R$ 120 milhões para suprir o déficit das empresas de ônibus neste período e voltou a falar da dificuldade de encontrar empresários que assumam as bacias.

"Sabe quanto a Prefeitura já colocou no transpote de abril para cá? Só no início foram 5 milhões de passagens para equlibrar a conta na pandemia. Até ontem, tínhamos colocado R$ 120 milhões. Esse dinheiro dava para construir um Centro de Convenções, um novo hospital municipal, então vejam o esforço que a prefeitura faz no transporte e, mesmo assim, não resolve o problema", lamentou.

João Brandão e Luiz Felipe Fernandez

Nenhum comentário