Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Diretor do Sport acusa presidente da Juazeirense de provocar queda de energia no Adauto Moraes

 


O duelo entre Juazeirense e Sport, pela Copa do Brasil, deve parar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva. O clube pernambucano acusa o Cancão de Fogo de ter provocado a queda de energia no Estádio Adauto Moraes.

O diretor de futebol do Leão da Ilha, Augusto Caldas, criticou o presidente do time baiano, Roberto Carlos. "Estamos incrédulos com tudo que está acontecendo. A partir do momento que a Juazeirense virou o jogo, começou água no campo, depois jogador teve choque no alto, a ambulância entrou de forma completamente louca. Depois começou apaga-apaga de luz. Isso não é futebol. É uma apelação. Como pode a Juazeirense usar isso para ganhar jogo. Isso é absurdo. O goleiro deles, Rodrigo Calaça, conversou com meu treinador e disse: 'me desculpa, nós não compartilhamos disso, isso é coisa do diretor e do presidente'. Futebol não precisa disso. Ficamos estarrecidos como isso está acontecendo", disse ao Sportv.

Já Roberto Carlos se defendeu e afirmou que o Sport se negou a continuar na partida. "Infelizmente o diretor do Sport disse uma inverdade. Infelizmente o estádio teve alguns problemas de energia contra o Vasco, nós perdendo o jogo e deu essa paralisação. Eu pedi aos técnicos da prefeitura, vieram todos, tentaram consertar, consertou a parte elétrica do estádio, mas infelizmente a informação é que um dos geradores, inclusive na parte do meu goleiro, teve uma entrada de ar e não conseguiria voltar. Autorizei meu time a voltar da forma que está, conversei com meu goleiro Rodrigo Calaça e disse que deve autorizar. Com energia ou sem energia nós vamos ganhar do Sport. Não adianta o Sport apelar".

O confronto ficou paralisado por mais de uma hora após parte dos refletores apagar. A administração do estádio alegou um problema no gerador que não poderia ser resolvido a tempo. O árbitro da partida, após a longa espera, resolver dar continuidade ao jogo, que havia sido parado aos 50 minutos do segundo tempo, mas o Rubro-Negro não aceitou.

Com a recusa do time pernambucano, a Juazeirense foi declarada vencedora com o placar de 3 a 2, construído antes da paralisação. O time de Juazeiro eliminou o Sport e avançou à 2ª fase da Copa do Brasil.

Redação Galáticos Online

Nenhum comentário