Notícias

Segundo lote de insumo da Coronavac, capaz de gerar 8,7 milhões de doses, chega em SP



Mais uma carga de insumo da vacina Coronavac, produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, desembarcou na manhã desta quarta-feira (10), no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Grande SP).

Segundo o governo Doria (PSDB), serão desembarcados cerca de 5.600 litros de IFA (Insumo Farmacêutico Ativo), o suficiente para produzir cerca de 8,7 milhões de vacinas contra a Covid-19.

A aeronave decolou de Pequim à 1h (horário de Brasília) desta terça-feira (9) com o insumo. Do aeroporto, a carga será levada em caminhões refrigerados até a sede do Butantan, na capital paulista, onde as vacinas serão envasadas, embaladas e rotuladas para distribuição pelo SUS (Sistema Único de Saúde)

Esta é a segunda vez no ano que o Instituto Butantan recebe a matéria-prima para envasar a Coronavac. No dia 3, o Butantan recebeu 5.400 litros do insumo que já estão sendo envasados e gerarão 8,6 milhões de doses para imunizar a população no final de fevereiro. Já o lote que chegou a São Paulo nesta quarta será distribuído em forma de vacina no início do mês de março.

Os dois lotes representam cerca de 17,3 milhões de doses que serão entregues ao final deste mês. Até agora, o Butantan diz que já entregou ao ministério da Saúde 9,8 milhões de doses da Coronavac.

A previsão do Butantan é que a produção local da vacina alcance a marca de 600 mil doses diárias a partir da chegada do segundo lote com o insumo da Coronavac. O instituto informou que ainda negocia um terceiro lote, com 8.000 litros de IFA, para cumprir o acordo firmado com a pasta da Saúde do governo Bolsonaro (sem partido).

Até abril, a previsão é que estejam disponíveis 46 milhões de doses, além de um adicional de 54 milhões de vacinas cujo prazo ainda não foi definido.  /Por: Governo do Estado de SP  Por: Folhapress

 

Nenhum comentário