Rádio Nova Rota - PARCEIRA - Aperte o player para escutar.

Notícias

Rui diz que PT deve ter candidato próprio em 2022 por ‘ter muito a mostrar’ e não descarta participar da chapa


 O governador da Bahia, Rui Costa, em entrevista ao programa Manhattan Connection, da TV Cultura, disse que o PT deve ter candidato próprio em 2022 para presidente da República, por “ter muito a mostrar”.

Acho que não é obrigatório ter um candidato, mas o porquê ter um candidato? Temos muito a mostrar. Pois se a gente olhar a história recente do Brasil, em que período se abriu mais vagas em universidades públicas? Governo do PT. Período que construiu mais unidades básicas de saúde? Governo do PT. [...]. Nós temos muito a mostrar, nos governos estaduais também. Meu governo já tem 10 hospitais entregues, vou chegar a 25 policlínicas construídas esse ano e é maior investimento do Brasil em saúde pública”, disse.

Sobre bons exemplo de governadores, Rui citou, além de os mais de esquerda, o nome de Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul. “Temos muito a apresentar e, portanto, caberá ao eleitorado decidir quem vai para o segundo turno. O que não se pode, de forma totalitária, autoritária, impedir que partido A, B ou C lance candidato. As pessoas vão se apresentar. Com certeza no segundo turno o Brasil haverá de olhar para o futuro e construir uma nação que possa fazer inclusão social”, enfatizou.

Questionado sobre a possível candidatura de Fernando Haddad e não dele, Rui disse enxergar com naturalidade a inclusão do paulista, mas não descartou participar da chapa.

“Não tem nada definido ainda. Minha percepção que Lula fez foi: é preciso inicar o debate, e a direção nacional fez, e é legítimo que o candidato em 2018 inicie os debates nacionais. Queremos participar ativamente desse debate na construção de propostas concretas”, completou.  / Por: Paula Fróes/ GOVBA 

Nenhum comentário