Notícias

Ministério da Justiça escolhe os estados do RN E CE para iniciar forças-tarefa contra o crime organizado


 André Mendonça, ministro da Justiça, afirmou que começará a implantar o plano de forças-tarefa, ao estilo da Lava-Jato, com a união de forças da Políicia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Depen, contra o crime organizado pelos estados do Rio Grande do Norte e Ceará.

Ele planeja visitar os bairros mais perigosos nos dois estados para mostrar a “presença do Estado”. Inicialmente serão convidados a aderirem voluntariamente os seis estados que apresentaram os maiores acréscimos em números absolutos de homicídios no primeiro semestre de 2020, quando comparados ao mesmo período de 2019.

Ceará e Rio Grande do Norte serão os primeiros porque já assinaram adesão voluntária ao plano, que tem o objetivo de reduzir indicadores de crimes praticados por membros de organizações criminosas, como homicídio, latrocínio, tráfico de drogas, roubos a bancos, cargas e veículos.

O foco das forças-tarefa, diz o ministério, “estará nas ações de prevenção e repressão a partir da atuação conjunta, coordenada, sistêmica, integrada e cooperativa entre as polícias da União e dos estados em ações de inteligência, análise, monitoramento e investigação de grandes organizações criminosas”.

O Ministério da Justiça vai disponibilizar o local que servirá de base para a força-tarefa, além de equipamentos de gestão de dados e informações, e outros necessários aos trabalhos. O custeio das diárias e passagens para atuação das forças policiais também será feito pelo governo federal.   /Por: Divulgação Ministério da Justiça 

 

Nenhum comentário