Notícias

Doria pretende unir PSDB, expulsar Aécio Neves e receber parte do DEM


 O governador de São Paulo João Doria deve apresentar um ultimato à cúpula do PSDB durante jantar que acontece no Palácio dos Bandeirantes na noite desta segunda-feira (8). De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, Doria irá propor expurgar o partido do grupo deputado federal Aécio Neves e absorver dissidentes do DEM ligados ao ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Segundo a publicação, o governador está preocupado com o racha no PSDB apresentado na eleição da Câmara dos Deputados, quando boa parte do partido apoiou o candidato de Jair Bolsonaro à presidência da Casa, e vencedor, Arthur Lira (PP).Doria também considera Neves um fardo político em termos de imagem, além de rival na política interna da sigla.

Assim, o mineiro, que foi presidenciável em 2014, seria visto pelo entorno de Doria como o "motor do governismo latente no partido" e principal obstáculo interno para a candidatura do atual governador à Presidência nas próximas eleições.

A contrariedade com Neves seria partilhada pela ala histórica do partido, liderada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e também formada por gente como o senador José Serra e o ex-senador Aloysio Nunes Ferreira. Todos foram convidados para o jantar desta noite.

Devem participar membros da cúpula tucana, como o presidente do partido, Bruno Araújo, e um emissário do grupo de Aécio, o deputado Rodrigo de Castro.  / Por: Ascom PR/RJ 

Nenhum comentário