Notícias

Síndrome rara associada à Covid-19 já atingiu 40 crianças na Bahia; duas morreram


 A Bahia já registrou 40 casos e dois óbitos entre crianças e jovens que desenvolveram uma síndrome inflamatória rara após terem sido infectados pelo novo coronavírus, de acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab). Segundo boletim epidemiológico divulgado pela pasta neste domingo (22), os números se referem a registros feitos até o último dia 17.

A Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P) pode se desenvolver em pessoas de 0 a 19 anos que tiveram Covid-19 previamente e que, inclusive, já estão curadas da doença. A SIM-P pode causar febre persistente acompanhada de sintomas gastrointestinais, dor abdominal, conjuntivite, exantema (rash cutâneo), erupções cutâneas, edema de extremidades, hipotensão, dentre outros sintomas. 

Ainda de acordo com a Sesab, dos 40 casos confirmados até o momento, 25 (62,5%) ocorreram em pacientes do sexo masculino e 15 (37,5%) em pacientes do sexo feminino. Em relação a faixa etária, o intervalo de 5 a 9 anos foi o mais cometido representando 45%. 

A secretaria ressaltou que os dados relacionados à síndrome serão atualizados semanalmente de acordo com o monitoramento realizado pelo Ministério da Saúde.


 Por: Luma Pimentel / Unsplash / Divulgação 



Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();