Notícias

Presidentes do PSD, PP, PCdoB e secretário do PSB avaliam conquistas eleitorais em 2020


 O senador da República e presidente estadual do Partido Social Democrático, Otto Alencar (PSD), fez um balanço positivo do resultado eleitoral da legenda em 2020, onde conseguiu 107 prefeituras, mantendo o posto de legenda com maior número de executivos municipais no estado.

“Olha, nós disputamos as eleições em um cenário político diferente do que estávamos acostumados a fazer. A pandemia nos deixou em muita dificuldade, campanha com gravação de vídeo, live, videoconferência, em um cenário muito difícil de comunicação, mas o partido teve um bom desempenho, fruto do trabalho de todos nós do PSD, vereadores, vice-prefeitos, prefeitos, ex-prefeitos, deputados estaduais, o senador Angelo que contribuiu muito, deputados federais, estaduais, um grupo unido que se esforçou muito para assumir esse nível. Não é fácil conquistar 107 dos 417 municípios da Bahia, é mais de 25% do estado”, ressaltou Alencar.

O presidente do PSD Bahia cita conquistas expressivas do partido, como a gestão em 2021 das cidades de Alagoinhas, Ilhéus, Itabuna, Paulo Afonso, Ribeira do Pombal, Tucano Ipirá e Rui Barbosa, cidade natal de Otto Alencar (PSD).

Segundo partido com maior número de votos e comandado pelo vice-governador da Bahia e secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, João Leão (PP), o Partido Progressista (PP) cresceu mais de 30% em quatro anos. O vice-governador da Bahia avaliou de forma muito positiva o número de prefeituras conquistadas pela sigla.  
"Nós ficamos muito felizes e tenho certeza que vamos ajudar bastante a Bahia com todos esse prefeitos que elegemos. Quero parabenizar todos os deputados nossos, federais e estaduais. Foi uma luta muito grande, uma batalha muito grande nesses últimos 30 dias. Nós visitamos 101 municípios e, destes, praticamente ganhamos em todos", ressaltou Leão.

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) foi outro que aumentou sua musculatura política em cidades do interior do estado, alcançando 16 prefeituras, contra 12 obtidas no pleito de 2016.

O secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) do governo do estado, Davidson Magalhães (PCdoB), presidente da legenda no estado da Bahia, comemora o resultado das urnas e lembra que o PCdoB entrou 2020 com menos prefeitos e vereadores que tinha alcançado em 2016, por conta das mudanças partidárias: “Entramos na campanha com 10 prefeituras. Entre 2016 e 2020 saíram dois, o prefeito de Jacobina e de Rodelas; o de Jacobina saiu do partido e acabou perdendo para outro candidato do PCdoB neste ano. Entramos com 10 prefeitos e elegemos 16, foram 219 vereadores eleitos, na eleição de 2016 foram 212”.

Magalhães revela que de 2018 a 2020 saíram da sigla 100 vereadores e, avalia que, ainda com o que classifica como “debandada” em 2020, o PCdoB conseguiu eleger mais do que tinha alcançado em 2016.

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) foi outro que cresceu em 2020, saltando de 21 para 30 prefeituras em quatro anos, um aumento de mais de 30%. O Secretário de organização do partido, Rodrigo Hita (PSB), define como um “salto considerável” aproveitamento da legenda nas urnas em 2020.  

“Fizemos 30 prefeito, 3030 vereadores, foi um salto considerável, temos quatro das 50 maiores cidades da Bahia: Casa Nova, Irecê, Brumado e Monte Santo. E conseguimos uma cidade vitrine na RMS, Madre de Deus, o que é importantíssimo. Então saímos extremamente fortalecidos, mantivemos muitas cidades e recuperamos outras”, destacou Hita.   /BNews  Por: Raul Aguilar

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();