Notícias

Presidente da Câmara de Entre Rios é alvo de notícia-crime por suposta importunação sexual; vereador nega


 O vereador Leandro Simões (PDT), presidente da Câmara Municipal de Entre Rios, a 134 km de Salvador, é alvo de notícia-crime apresentada na terça-feira (10) por uma servidora pública da prefeitura, que teria sofrido importunação sexual cometida pelo parlamentar.

De acordo com a peça, apresentada pela funcionária identificada como Ludimila Moura de Araújo, o crime ocorreu em 7 de setembro, dia da convenção partidária do vereador, candidato à reeleição. A servidora conta que o assédio aconteceu enquanto levava Leandro em direção à casa de seus pais. O pai do parlamentar é o prefeito de Entre Rios, Elízio Simões (PDT).

"O noticiado começou a acariciar a perna desta peticionária, pegar em seu pescoço, afirmando que a mesma era bonita e cheirosa, que não havia como resistir. A ousadia e a intransigência do noticiado era tamanha que até a música que tocava no som do veículo era pretexto para cometer o ato de abuso, afirmando que, com aquela música, não tinha como se controlar na presença da noticiante", diz um trecho da notícia-crime.

Em conversa com o BNews, Ludimila afirmou que só apresentou a notícia-crime contra o vereador agora por se sentir coagida. "Eles perseguem as pessoas e ficam cobrando favor, é muito falso moralismo. E ele já fez isso com várias outras pessoas. Uma amiga minha ficou mal, chorando", afirma a servidora pública, que está na prefeitura desde outubro de 2017.

Motivação política

Procurado pela reportagem, o vereador indicou um advogado para emitir um posicionamento. Em nota enviada ao BNews, a defesa do candidato, além de negar a importunação sexual, destacou pontos do episódio que chamaram sua atenção.

"Devemos pontuar que a pessoa somente procurou relatar o fato mais de dois meses após ter supostamente ocorrido, e no mesmo dia em que noticia o fato na delegacia, envia tal documento para a imprensa, sem o noticiado ter sido sequer comunicado a respeito", diz um trecho da nota.

A defesa do vereador também utiliza como argumento a condição atual do relacionamento de Leandro Simões, que está namorando. "[...] O notificado mantém um relacionamento público (namoro) e notório conhecido em toda a sociedade Entreriense", diz outro trecho.

Confira abaixo a nota da defesa de Leandro Simões na íntegra:

Em atenção ao quanto noticiado por você acerca da notícia crime assinada pela Sra. Ludimila Moura de Araújo e protocolizada junto à Delegacia de Polícia de Entre Rios-BA, informa que o noticiado foi tomado de elevada surpresa e frustração por uma atitude tão covarde e mendaz.

Antes de qualquer coisa, o Sr. Leandro Rocha Simões nega peremptoriamente as absurdas acusações lançadas a seu respeito; salientando o extremo respeito e admiração que tem por todas as mulheres, repudiando todo e qualquer ato de constrangimento à figura da mulher.

Salienta que jamais teve ou tentou manter qualquer relacionamento com a noticiante, muito menos no momento atual, em que esta faz essa acusação; ocasião em que o notificado mantém um relacionamento público (namoro) e notório conhecido em toda a sociedade Entreriense.

Leandro é pessoa de reputação ilibada, goza de grande prestígio junto à população que sabe se tratar de pessoa honesta e trabalhadora, que sempre procurou respeitar a todos e a todas, sem distinção.

Jamais, em toda a sua vida, privada ou pública, foi acusado ou insinuado sequer uma acusação desse gênero contra o noticiado, que se mostra extremamente decepcionado com uma denuncia completamente infundada e inverídica.

Algumas situações não deixam de chamar atenção a respeito da notícia do suposto constrangimento alegado.

Segundo alega a comunicante, o fato teria ocorrido no dia 07 de setembro de 2020 (dia em que foi realizada a convenção partidária do partido pelo qual o noticiado concorre), porém somente após mais de dois meses (10/11/2020), às vésperas do pleito eleitoral, vem a comunicante relatar tal fato.

Devemos pontuar que a pessoa somente procurou relatar o fato mais de dois meses após ter supostamente ocorrido, e no mesmo dia em que noticia o fato na delegacia, envia tal documento para a imprensa, sem o noticiado ter sido sequer comunicado a respeito.

É sabido por todos que o noticiado é vereador, goza de grande credibilidade junto à sociedade, concorrente ao mesmo cargo no pleito do dia 15/11/2020, é filho do gestor municipal, que também concorre a reeleição, levantando fundadas suspeitas em relação à conjectura das alegações formuladas.

Por fim, mais uma vez o Sr. Leandro nega peremptoriamente as afirmações lançadas contra sua conduta e seu bom nome, reiterando seu respeito à todas as mulheres, sua aversão a todo tipo de constrangimento contra qualquer pessoa, inclusive do sexo feminino, e sua repugnância à politicagem e à utilização de meios escusos para manchar a imagem de pessoas honradas.  /Por: Reprodução/Instagram @leandrosimoes12666 

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();