Notícias

Duda Sanches comemora ampliação de base na Câmara, mas esperava número maior de eleitos


 O vereador mais votado do Democratas em Salvador, Duda Sanches, que se reelegeu com 10.315 votos, comemorou o número de candidatos eleitos para compor a bancada na Câmara de Vereadores. Segundo ele, a projeção apontava pelo menos nove aliados vitoriosos no pleito, mas o número de eleitores que não foram às urnas e a pulverização de novas candidaturas fez com que a quantidade fosse menor que o esperado. Ainda assim, o grupo continua sendo a maioria na Casa.

"O DEM sai vitorioso em uma eleição onde a abstenção foi muito grande, uma eleição em que nós esperávamos eleger entre oito ou nove vereadores, mas o cenário com sete nos mostra o quão difícil foi devido a abstenção e, principalmente, a pulverização de candidatos. Em um cenário com 1,5 mil candidatos, 62% a mais que nas eleições passadas, nos trouxe uma série de desafios, mas o partido nos surpreendeu mantendo a bancada maior da cidade de Salvador", comentou em entrevista ao Bnews.

"Saímos com o sentimento de dever cumprido. Bruno Reis foi eleito no primeiro turno como a gente esperava. Agora, vamos começar os próximos quatro anos com muito trabalho e desafios (...) O time está feito, a nossa base aliada expandiu e, hoje, pelos nos cálculos, temos mais de 30 vereadores compondo a base aliada. Não digo que teremos votações tranquilas porque não estamos na cabeça de cada um deles, mas um estabelecimento de diálogo com a Câmara é muito positiva", completou.

Mesmo com uma base ampliada, Duda afirmou que não deve ter facilidade em aprovar projetos e fazer negociações, mas ressaltou uma característica do prefeito eleito Bruno Reis que pode facilitar o jogo político.

"Bruno tem uma característica muito forte que é a habilidade na articulação, ele é o maior articulador do nosso grupo, então, acredito que ele vai construir com várias mãos um projeto para Salvador, facilidade e dificuldade depende muito do momento, mas ele tem um talento. Vai conduzir muito bem as votações"

O vereador reeleito acrescentou ainda que Geraldo Júnior deve ser reconduzido à presidência da Câmara, já que conseguiu construir uma "relação de amizade, gozando do prestígio de todos", e agradeceu pela votação expressiva que recebeu.

"Ontem foi um dia muito tenso porque percebemos nas ruas e nas bases que as pessoas não foram votar, mas deu tudo certo, minha votação, graças a Deus, se consolidou. Ser pela segunda vez o mais votado do partido me traz  ainda mais responsabilidade para ser um líder de ACM Neto na Casa", finalizou.  /Por: Vagner Souza/ Bnews  Por: Raul Aguilar e Nilson Marinho

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();