Notícias

Doação de sangue cai em 50% na Bahia após pandemia da Covid-19


 A Fundação Hemoba trouxe dados preocupantes sobre a doação de sangue a nível estadual. Segundo o hemocentro, a doação caiu em 50% na Bahia em razão da pandemia do novo coronavírus. No primeiro semestre a queda chegou a quase 20% em relação a 2019. 

Em fevereiro deste ano, 5.168 candidatos realizaram a doação. Já em março, o número despencou para 2.646 pessoas. Portanto, nesta ultima semana do Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado no dia 25 novembro, a fundação e mais 16 hemocentros iniciam a campanha ‘Somos Todos do mesmo Sangue’. 

Durante toda a semana, as 24 unidades de coleta da Hemoba, na capital e no interior do estado, contarão com coletas externas, horários diferenciados, homenagens aos doadores e atrações culturais para mobilizar grupos de doadores, profissionais de saúde, sociedade civil, artistas e influenciadores digitais em cada região.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, os hemocentros têm registrado queda no estoque de sangue em vários estados. Essa diminuição pode ser explicada pelo medo do doador de se contaminar com o vírus em um ambiente hospitalar. Apesar disso, as unidades de coleta de sangue garantem que adotaram protocolos de segurança necessários para receber os doadores.

Vale lembrar que pessoas entre 16 e 69 anos podem ser doadoras de sangue. Mas para isso é preciso estar acima de 50 quilos e com boa saúde. Contudo, jovens de 16 e 17 anos, que tiverem a intenção de doar, deverão estar acompanhados pelo responsável legal. Já nos casos de diagnóstico de hepatite após os 10 anos de idade, gestantes ou lactantes, a doação não é recomendada.  /Por: Reprodução  Por: Yasmim Barreto

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();