Notícias

ACM Neto não descarta fechamento de atividades após aumento dos casos de coronavírus


 O prefeito de Salvador, ACM Neto, voltou a pedir o apoio da população em relação às medidas de combate ao coronavírus, após a capital baiana registrar aumento no número de casos e ampliar a taxa de ocupação de leitos de UTI. No final de semana, a ocupação chegou a 60% e com a reabetura de leitos caiu para 56%.

O gestor municipal avaliou que não há previsão de retroceder em medidas de retomada da economia, mas decisões do tipo não são descartadas. "Todo o nosso esforço é manter a taxa de UTI sob controle entre 50% e 60%. Por isso, determinei a reabertura de 30 leitos. O governo estadual também pode reativar 70 leitos na Arena Fonte Nova. A primeira medida é essa. Nesse momento, não cogitamos reversão de nenhuma das medidas anunciadas no plano de retomada. O que vai acontecer depende muito de cada cidadão. É inaceitável a gente ver boa parte das pessoas sem máscara. Quando tiver de fechar tudo aí a culpa é do prefeito e governador", pontuou.

"As pessoas não estão enxergando que há um risco sério de segunda onda. A covid continua mandando gente pro hospital e matando muita gente. Só vamos ter ambiente de segurança quando tivermos a vacina. Cada um precisa fazer a sua parte, sair usando máscaras, evitar aglomerações. São coisas simples que não custam muito. Custará muito mais se a prefeitura tiver que fechar bar, restaurante. Espero que isso não tenha que acontecer e vamos fazer todo o esforço para que a gente não precise fechar. Da nossa parte, vamos abrir leitos para evitar que medidas de suspensão tenham que ser tomadas", reforçou o prefeito. 


Por: Redação BNews



Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();