Notícias

Witzel se diz inocente e culpa ex-secretário por corrupção


Depois de ser afastado do cargo, por suspeita de estar envolvido em um esquema de corrupção de verbas da área da saúde, o governador do Rio, Wilson Witizel, declarou inocência durante entrevista à CNN Brasil nesta segunda-feira (31). Ele alegou que "nenhum contrato" da Secretaria Estadual da Saúde passou por suas mãos nem pela Procuradoria do Estado e que o responsável pelos desvios na área era o ex-secretário Edmar Santos.
Mas, durante delação premiada, o ex-secretário acusou Witzel de envolvimento com o caso, além de apontar outros nomes como Mário Peixoto, preso em maio, e o presidente do PSC, pastor Everaldo. A delação rendeu 400 páginas da denúncia do Ministério Público Federal (MPF).
"Alguém que já era diretor do hospital Pedro Ernesto e infelizmente se demonstrou ao longo dessas investigações, como o grande operador de um esquema de corrupção na área da saúde (...) Ele já vem operando dessa forma com empresas desde 2016. Lamentável que tenha se infiltrado no nosso governo para poder continuar praticando seus atos ilícitos", diz o governador. /

Por: Carlos Magno/Fotos Públicas  Por: Redação Bnews

Nenhum comentário

'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();